Thursday, February 09, 2006

Diamonds Are A Girl's Best Friend

Marylin Monroe

"My goodness, Mr. Esmond. I don't want to marry your son for his money. I want to marry him for YOUR money."

A música


A canção celebrizada por Marylin Monroe, que a entoa numa voz quente e insinuante em Gentlemen prefer Blondes (1953), diz que os diamantes são os melhores amigos de uma mulher. Será?

Se o amor é eterno enquanto dura, a verdade é que estas pedras de luz são eternas para todo sempre.

koh-i-noor

koh-i-noor - "Montanha de Luz" - Pertence actualmente à Coroa Britânica

Conhecidos por Pedras do Sol ou pedras de Vénus, os diamantes vão buscar o nome à força e eternidade do amor, ao termo grego adamas que literalmente significa «impossível de domesticar», pois a misteriosa luz interior é associada ao fogo da paixão.

Lágrimas dos deuses para os Gregos, estilhaços de estrelas para os Romanos, olhos de estátuas sagradas e adoradas pelo Hindus, os diamantes sempre foram admirados e alvo de sonho e cobiça.

O diamante, símbolo do amor, representa também o poder e a riqueza, ou seja, o cúmulo do materialismo. Foi durante séculos privilégio da nobreza, da Igreja e de algumas castas superiores na Índia.

Solitário de Marylin Monroe - www.bombshells

A tradição do anel de noivado surge no Século VI, para ser reavivada em 1938 por De Beers, permanecendo até aos dias de hoje como um must de qualquer noiva.

Foi no ano de 1477 que o Duke Maximilian da Áustria, então Aquiduque da Áustria, ofereceu a Mary de Burgundy um anel de diamantes como um sinal de seu amor e a pediu em casamento. Ela aceitou seu pedido de casamento e assim nasceu o anel de noivado e compromisso. O depois Maximilian I colocou o anel no o terceiro dedo de sua mão esquerda da noiva, de acordo com a crença dos antigos egípcios para quem neste dedo passava uma veia direita ao coração.

Este costume esteve, durante muito tempo, afastado das classes mais pobres, pois as magníficas pedras estavam longe dos menos endinheirados.

144288~Gentlemen-Prefer-Blondes-Posters
Jane Russell told Marilyn, "You're the only girl in the world who can stand with a spotlight in her eyes and see what's inside a man's pocket."

A melhor amiga de uma mulher é a auto-estima. É algo que não depende de ninguém, só dela própria.

Para se realizar plenamente como pessoa, toda a mulher precisa aprender a acreditar em si, a ter uma atitude positiva perante a vida, a não ter receio nem vergonha de pensar nos seus desejos e nas suas ambições.

Auto-estima implica o auto-reconhecimento de valor e de capacidades. Implica ter coragem: coragem para dizer não quando é preciso, mesmo que custe; coragem para assumir responsabilidades por aquilo que se quer; coragem para defender pontos de vistas e ideias, por vezes contrários ou incómodos e que levam à resignação e à acomodação.

Com vontade e força interior é preciso passar à acção.

Ser-se empreendedor é totalmente incompatível com o ficar à espera que as coisas pura e simplesmente aconteçam ou com uma postura de dependência e de lamentação.

Entretanto, enquanto não se tem diamantes, contentemo-nos com o zircão (ou zircónio, como se queira chamar a essa pedrinha que a olho nú passa mesmo por diamante).

Haja amor, mas haja também conforto!

Madonna4

37 comments:

Eva Shanti said...
This comment has been removed by a blog administrator.
Eva Shanti said...

A auto-estima não é só a melhor amiga das mulheres. Há por aí muitos homens a precisar de um reforço da confiança em si próprios. Depois há outros que têm um ego do tamanho do mundo...

Realmente, está tudo muito mal dividido!

Bjs

wind said...

Acima de tudo temos de gostar de nós, para podermos amar os outros. Quanto aos diamantes, dispenso:) Ninguém me compra!beijos

Isabel-F. said...

Querida Eva,

100% de acordo contigo:
"A melhor amiga de uma mulher é a auto-estima. É algo que não depende de ninguém, só dela própria.

Para se realizar plenamente como pessoa, toda a mulher precisa aprender a acreditar em si, a ter uma atitude positiva perante a vida, a não ter receio nem vergonha de pensar nos seus desejos e nas suas ambições.
"

Beijokas

P.S.:...e gosto de diamantes

Eva Shanti said...

Wind,

Oferece algo a ti própria: em qualquer centro comercial encontras um casa de pedras semi-preciosas.

Embora o zircão (tal como o diamante) seja a pedra atribuída ao Carneiro, podes sempre usá-lo, que isso não interessa nada. Há aneis, brincos, pendentes...

Se não gostares de ti, ninguém gostará, certo? Se ninguém te oferece diamantes, compra-os tu! Se não for um diamante a sério, ao menos que seja uma pedra autêntica como um zircão ou um cristal!

Eu ando sempre com um. Foi a minha mãezinha quem mo deu, que é uma querida! Ontem quando viu a Marta Crawford no telejornal da TVI veio a correr ligar-me a dizer que eu tinha que escrever sobre a insatisfação feminina... É uma querida a minha mãe. Adoro-a!

Bjs

Eva Shanti said...

Querida Isabel,

Auto-estima e diamantes! Parece-me a combinação ideal!

Não é tudo, mas é um bom princípio.

Auto-estimo rego-a todos os dias - sim, que é preciso cultivá-la e alimentá-la!

Tal como as relações - certo, Marta?

Diamantes... Ando a trabalhar para eles!

Bjs

Maria Pedro said...

Ó Eva, caramba, parece que estás conluio com um que eu cá sei!
Não pelo texto, que ele não percebe nada... mas pelas "louras". :)

Agora, essa do conforto mata-me!

Beijo!

Eva Shanti said...

Parece, não parece?

Ó Nicolau, diz lá que esta foto da Marylin não é um mimo?

Agora falta mesmo é leres o texto, tá?

MP,

Amor num cabana, só se for naquela ilha artificial no Dubai!

Bjs

Pandora said...

Querida Pandora:

Digo sempre que não quando não me agrada a conversa ou a atitude e a minha auto-estima está sempre em alta (como já deves ter reparado).

E cá para nós, quem precisa de diamantes - só se for para vender...

beijos

Eva Shanti said...

Pandora Amiga,

Já sabes o quanto te admiro. E ambas sabemos que os homens estão pouco habituados a mulheres como tu.

Temos pena!

Bjs

Mocho Falante said...

Minha querida o problema é que para muitas mulheres o conforto passa pelo belo Diamente que nos custa os olhos da cara...

Eu voto no Zircão, porque o preço do diamente dá-me cá uma alergia que nem com um jerrican de Zirtec me resolvia o prurido

beijos luminosos

Parrot said...

Eva,
Ao exemplo do que nos tens habituado, mais um excelente post, cheio de sentimento, determinação, “atitude positiva perante a vida”, coragem e acima de tudo personalidade.
Estou convencido que este teu post é como a agua, reflecte…..aquilo que és.
Considero-me uma pessoa positiva. Por isso é que gosto tanto de aqui vir.


Beijo

Eva Shanti said...

Parrot querido,

As tuas palavras mostram-me que vale a pena escrever, especialmente quando há pessoas que captam a minha mensagem tal como tu.

Obrigada. Sabes que aqui tens sempre a porta aberta!

O teu cantinho também faz parte das minhas visitas diárias que em fases complicadas me fazem ser cada vez mais selectiva.

Com muita pena minha, há blogs em que já fui mais assídua do que sou agora.

Bjs

xá-das-5 said...

Pois olhem...
Enfim.
É assim e tal.

Eva Shanti said...

Mochinho querido,

Ave nocturna dos meus pensamentos,

Sabes bem o que é chegar a uma certa idade e querer conforto!

Chega de restaurantes baratinhos, de viagens de cacilheiro à outra banda (seja a de cá, seja a de lá), ir para a praia no carro dos amigos (que a gasolina tá cara) com o farnel e outras coisas que tais. Isso é muito giro mas é noutra idade, não na nossa.

Uma mulher, já não digo que deva exigir diamantes, porque com esta crise, também não se pode ser muito exigente, né?

Contudo, pelo sim pelo não, bora lá trabalhar e fazer pela vida.

Ah! Eu cravo sempre o Zyrtec à minha mãezinha, mas pelo que sei, até isso anda pela hora da morte e dá cá uma pedrada que só mesmo para esquecer as agruras da vida!

Bjs

Su said...

já te disse que gosto de ler-te?
pois é, adoro vir ao teu canto e me deliciar com tuas palavras

qto aos diamantes...pois ...di.amantes....

jocas maradas

Eva Shanti said...

Querida Su,

Obrigada pela visita...marada!

És uma querida! E eu de vez em quando lá tomo um Xanax, pois então!

Di amante... Sugestivo. Gostei. Dinheiro e Amor! Que mais pode querer uma mulher?

Afrodite a Poderosa said...

Cara Eva,

Só tem auto-estima trabalhada e elevada quem já tem uma certa experiência de vida.

Pareces ser uma dessas pessoas.

Eva Shanti said...

Querida Afrodite,

O que sei de ti é pouco ou quase nada e só o sei pela boca de uma boa amiga comum...

Aguardo ansiosamente pelos teus posts.

Olha que desbravar este mundo não é tarefa fácil.

Bjs e boa sorte!

xá-das-5 said...

eu sei que não gostaste do meu comment, mas é que louras e diamantes não são, de todo, o meu fait-divers. :)

As Musas said...

Opá eu gosto de levar o Farnel e fazer picnick lolololol.
Eu cá sou completamente desapegada a qualquer tipo de joia... nem uso a aliança..... só gosto de brincos e bijuteria, se faz favor.
Quanto a auto-estima tenho-a às carradas, quem quer um pouco, quem quer?
:-))))

Meia Lua said...

Uma vez deram-me um diamante num anel... passados 20 dias atirei-o à cara de quem me deu! Vão-se os anéis (com diamantes) mas fica a dignidade e a auto-estima!!!
Logo depois eu me dei um diamante, para que não me esquecesse quem é o dono de quem...
Mas gosto deles, ahhhh gosto de diamantes....
beijinho

Tita - Uma mulher, Um blog, algumas palavras said...

Excelente post. Muito pertinente. Escusado será dizer que concordo em contigo.
Beijos.
Cada vez gosto mais d evir aqui

Isabel-F. said...

...passei a desejar-te um bom fim de semana.

Bjs

Mocho Falante said...

Olha já agora pede também o Fenistil que diz que é muito bom para a picada das melgas e o que não falta por aí são insectos desses, e depois querida coçar as bábas é um grande desconforto

beijos

Eva Shanti said...

Mochito lindo,

Se fossem só melgas... ;)

Isabel,

Um FDS para ti e para todos!

Titá,

Eu também lá vou passando pelo teu cantinho. Fico contente e se alguma vez não gostares diz, que eu gosto que a malta diga mesmo é o que lhe vai na alma!

Meia Lua,

Infelizmente, há que acha que com um anelito se compra uma relação, que com um copo se compra uma noite...

Musas,

Há mínimos! Olha que é uma canseira essa coisa de fazer as sandes, carregar com as tralhas... Com a idade vêm outros refinamentos, lolollollol!!!

Sabe muito bem comprar coisas que já vêm feitas ;)

Xá,

Já sei, deixa-me adivinhar, és mais do tipo morenas cibernéticas.
Ou isso ou bolos!

Bjs

pachita said...

É isso! A auto-estima. Tenho uma óptima relação com a minha auto-estima e até tem estado alta, imagine-se!

Quanto aos diamantes, são bonitos, mas prefiro gastar dinheiro (e que gastem dinheiro comigo) noutras coisas. Aliás, prefiro receber outras provas de amor que não um diamante. Mas isso agora dava pano para mangas... :)

pachita said...

Ah, só mais uma coisa: parabéns pelo teu blog em inglês. É preciso coragem. Boa sorte!

Abelhinha said...

"Auto-estima implica o auto-reconhecimento de valor e de capacidades. Implica ter coragem: coragem para dizer não quando é preciso, mesmo que custe"

E olha que por vezes custa muito, mas quando temos que cuidar de nós mesmos tem mesmo que ser

Eva Shanti said...

Pachita,

Concordo contigo, há uma série de coisas que me podem oferecer e que eu gosto. Livros, CD´s, um dia diferente... Pois é, pano para mangas e não só!

O blog em Inglês é um desafio!

Não é para ser que mais pessoas me leiam, é porque me apeteceu e é uma forma de reescreever posts numa língua em que não sou nativa, na tentativa de aprender com isso.

Abelhinha,

Coragem para dizer não... Outro tema que dava pano para mangas. Algumas situações exigem que tenhamos a coragem de dizer sim, mas na maioria o problema está em dizer não...

Bjs

moonj_Rita said...

Viva a auto-estima. Que se lixem os diamantes.

mixtu said...

pois, e eu que não tenho diamantes, mas espera, tenho amor, amizade...
jinhos

Desconhecida said...

"A melhor amiga de uma mulher é a auto-estima. É algo que não depende de ninguém, só dela própria." Tá tudo aqui, assim de caras! Acabei por descobrir que a auto estima elevada nos dá um poder que eu desconhecia.

Beijinho

Caracolinha said...

Eh pá amiguinha os teus posts são um melhor que o outro, são autênticas pesquisas com pormenoresque nos fazem acrescentar sempre muita coisa a tudo aquilo que já julgavamos saber.

E essa questão que abordas sobre auto-estima é fundamental. É preciso gostar de nós para podermos gostar dos outros.

Beijoquinha encaracolada para ti minha linda que és sempre tão assertiva :))))

Eva Shanti said...

Moonj_Rita,

Que se lixem os diamantes, não é bem assim ;)

Mixtu,

Se já tens amor e amizade, só faltam mesmo os diamantes e diria que é perfeito! ;)

Desconhecida,

Pois é, a auto-estima opera milagres. Só há um ponto a desfavor: quando a auto-estima passa a auto-convencimento e auto-confiança em capacidades que não temos - de um extremo passa-se para o outro.

Caracolinha,

Fico contente por gostares dos meus posts. Sabes que é mútuo. Para quando uma nova aventura do Adónis da Musgueira? Derreto-me com uma boa história de amor!

Bjs

Ana said...

Não me fazia de rogada a um diamante... mas eu é mais ... sei lá!! Prefiro outras coisas.. prefiro mimo, carinho, amor... se vier um diamentezito junto melhor ainda!!

Eva Shanti said...

Ana,

Lá nisso sou como tu.

O dinheiro, seja cash seja em forma de diamantes, não compra demonstrações de verdadeiro afecto, que são tão simples e bem mais reveladoras do que os outros sentem por nós, para não dizer essenciais na nossa vida.

Bjs