Tuesday, November 29, 2005

Os homens são como elásticos!

A metáfora perfeita para entender o ciclo masculino de intimidade – o elástico. Esse ciclo natural envolve aproximação, afastamento e, de novo, aproximação.

Mesmo quando um homem ama uma mulher, periodicamente ele precisa de se afastar antes de poder aproximar-se. Geralmente, quando uma mulher começa a falar de sentimentos, o homem começa a sentir o impulso de ser afastar, pois os sentimentos aproximam e criam intimidade e quando um homem se aproxima demais, afasta-se automaticamente.

Um homem afasta-se para satisfazer a sua necessidade de independência e de autonomia, pois, até certo ponto, um homem perde-se de si próprio quando entra em conexão com a sua parceira. Quando sentir que está a esticar-se para muito longe, voltará instintivamente.

Se um homem não tiver oportunidade de se afastar, nunca terá a oportunidade de sentir o seu forte desejo de estar próximo. Quando um homem volta, retoma o relacionamento no mesmo grau de intimidade em que estava. Não sente qualquer necessidade de um período de re-adaptação, e isso dá com uma mulher em louca! Quando é compreendido este ciclo masculino de intimidade enriquece o relacionamento, caso contrário cria problemas desnecessários.
Baseado na exposição de John Gray em Os Homens são de Marte e As Mulheres são de Vénus

23 comments:

Rosa said...

Ó Eva, tu ands um nadinha obcecada por esse livro, não??? :)

Eva Shanti said...

Não Rosa, só por 2 capítulos!

«Os homens são como elásticos» e «As mulheres são como ondas» (tema do próximo post).

Bjs

As Musas said...

Será que são?
Olha nunca tinha pensado nesse ponto de vista, se calhar poruqe o meu homem não é um elástico, que bom!!!!!!
Espero anciosa por cenas do próximo capitulo lololol

wind said...

Será assim tão taxativo?:)

Armando S. Sousa said...

Eu gosto de ondas.
Mas concordo com a maioria das afirmações contidas neste livro sobre os homens.
Um abraço

Abelhinha said...

Foi isso que aconteceu comigo e com o Artur... mas quando o elástico quis voltar à posição inicial, já estava partido!

Beijocas muito grandes. Hoje vou deixar-te um recadinho no meu blog!

Beijoca querida... mel para adoçares as maçãs.

adesenhar said...

:)
tem um fundo de verdade ...

mas também é verdade que tem de haver um bom entendimento de ambas as partes né!aí funciona perfeitamente.
é um tema deveras interessante, mas creio que a observação do comportamento masculino não pode ser separado do comp. feminino.os dois estão intimamente ligados para o bem e para o mal, apesar de campos opostos né!

:)

Ahraht said...

Acho que os homens não têm problemas com os compromissos. Nem com intimidades, nem com afectos (e as mulheres também não)...apenas acho que homens e mulheres reflectem a sua formação, os seus princípios e as suas falhas de personalidade nas suas relações.

...e que há gente a ganhar dinheiro com a "descoberta da pólvora"

Arawn S said...

.. é só para dizer: .. .. bj ..

Eva Shanti said...

Wind,
Musas,
A Desenhar,
Ahraht,

Sinceramente, não acho que os «homens sejam todos iguais», assim como as mulheres não são todas iguais.

Também não acho que se possa reduzir as pessoas a isto ou áquilo.

E são sempre precisos «dois para dançar o tango» - Ena, tanto cliché junto!

Mas que há uma tendência dos homens para o ciclo do elástico e que as mulheres são como ondas, é a minha experiência de vida que mo diz. Acho piada que apareça alguém que consiga teorizar aquilo que «nós» já sabemos.

Qual é a mulher que nunca lidou com a história do elástico masculino?

Qual é o homem que se surpreende com mudanças de humor da sua companheira (mãe, irmã, whatever), mudanças essas que não consegue explicar, pois por mais que tente ajudar acaba por levar uma resposta torta e aí surge o desabafo comum «não compreendo as mulheres, nunca estão contentes!»?

Post «As mulheres são como ondas», já a seguir!

Bjs

Eva Shanti said...

Armando,

É engraçado que dês alguma razão ao John Gray. Afinal é um homem que escreve sobre homens e mulheres!

Adoro o tema!

Bjs

Eva Shanti said...

Abelhinha,

Há que ter compreensão com esta coisa do elástico, mas também há que ter auto-estima, amor próprio e estar sintonizada com a Cabra que Há em Nós!

Esse Artur, pelos vistos, esticou-se. E vai daí tu disseste-lhe: «Não me parece...»

Simplesmente, FANTÁSTICO!

Bjs

Eva Shanti said...

Arawn Nyx,

Gostava que fosses mais esclarecedor...

Bjs

Abelhinha said...

Foi isso mesmo!

Estamos em sintonia :)

Beijo grande minha querida

Mocho Falante said...

Minha amiga, o problema está quando um necessita de sufocar o outro roubando-lhe todo o seu eapaço e há mulheres peritas nessa "proeza".

MAs penso que a coisa não é assim tão linear como o autor descreve.

Beijocas

Lumife said...

Luto com o Tempo, que me não dá tempo, para em oportuno tempo vos visitar.
Por isso venho, reconhecidamente, agradecer aos que passam e comentam nos meus blogs.
Também quero saudar os que, talvez como eu, não tenham tempo para me visitar.

Abraços

Arawn S said...

.. não quero impressionar .. só dizer - te que estive aqui e li os teus comentários ao livro .. [um silêncio e um beijo] .. para ti que não conheço mas sinto .. com o coração ferido .. estou enganado?

Tita - Uma mulher, Um blog, algumas palavras said...

Há alguma verdade nisso, não sei se absoluta, mas um q de verdade...mas tb tem a sua piada não acham?

Beijo e Bom feriado

Isabel-F. said...

O homem é um elástico...5 estrelas.

Adorei.

São complicados os homens...???

Bom feriado

Bjs

Pepe Santiago said...

..."caso contrário" a relaçao está perdida, ou melhor, condenada. Nao existe a justa percepçao, por parte do homem, dessa necessidade feminina do re-conforto.
isso que falas acontece de facto e é tao bom qd nos compreendem e aceitam essa liberdade e automatismo de afecto sem retrocessos.
bjs
ja agora: o teu blog está às cores e por vezes é dificil de ler :D
obrg pela boca que deixaste no moleskine

Eva Shanti said...

Titá,
Lumife,
Isabel,
Pepe,


Obrigada pelas vossas visitas. Voltem sempre!

Bjs

Desconhecida said...

Bicho complicado o homem! Mas Faz todo o sentido sim, se pensarmos bem, a maioria deles é um elástico.

brgigas said...

Bem quer dizer…pois não sei...
Eu acho positivo o homem ter “traços” de elástico, pois é necessária alguma elasticidade, se não muita para se conseguir adaptar por exemplo as constantes mudanças de humor de uma Mulher “normal”.
:)