Saturday, December 15, 2007

is308003
Sobre essa coisa de gostar de alguém...


Existem pessoas que não conseguem amar ninguém. Não porque não queiram, mas porque há sempre algum impedimento. Diz Fernando Alvim que é um mal semelhante à alergia ao marisco: nasce-se assim e não se sabe a razão dessa sensibilidade anormal do organismo.

Não digo que se nasça assim, mas sim que se vão criando anticorpos por essa vida fora como resposta aos embates amorosos. E, mais tarde ou mais cedo, alguns de nós começam a ter mais dificuldade em entregar-se num relacionamento.
Pior, há quem sofra de SEIPE - Síndrome da Escolha Inconsciente da Pessoa Errada. Isso condena qualquer relação à partida, porque o coração decide pulsar com mais força por alguém que é "errado". E pode-se ser "errado" de tantas formas que nem vale a pena enumerá-las. Sendo que a qualificação de pessoa "certa" ou "errada" nunca é absoluta, mas sempre relativa a quem sofre dessa doença. Porque se começa a entrar em relacionamentos que se sucedem e que é suposto resultarem em ... nada.

Nesse aspecto, (concordo com
FA), o certo é perceber que se nós escolhemos aquela pessoa foi porque já sabíamos que não íamos a lado nenhum. E há que admiti-lo para depois poder quebrar o que se tornou regra.

Já no que toca a relações de longo prazo, há de tudo. Temos a ternura dos dois velhinhos de mãos dadas num banco de jardim só com olhos um para o outro , temos o casal que come em silêncio à mesa de um restaurante, temos o par ao lado que troca carícias por debaixo da mesa a olhar por cima do ombro para ver se há alguém conhecido por perto.

Tal como as pessoas que lhe dão corpo, os relaciomentos evoluem e a evolução é sempre uma incógnita. Nascem, vivem (mais ou menos, bem ou mal), morrem - de tédio, de corte mais ou menos consensual, morte física.

E já dizia o
poeta: mudam-se os tempos, mudam-se as vontades. Mudamos e adaptamos-nos, ou não, a essas mudanças.

12 comments:

Guinevere said...

Apaixonamo-nos sempre pela pessoa certa... Amamos sempre a pessoa certa... Até ao dia em que descobrimos que afinal é a pessoa errada. O erro está em não cortar nessa altura - por comodismo ou por continuarmos a amar. Mas não deixa de ser um erro.

Eva Shanti said...

Sorry G,

São situações distintas:

1) Amar a pessoa que é certa naquele momento;

2) Invariavelmente, apaixonarmo-nos pela pessoa que poderá ser certa para alguém, mas errada para nós.

Sabes bem o que quero dizer...

Bjs

Guinevere said...

LOLOLOLOL
Não concordo com o ponto 2. Se realmente, efectivamente, nos apaixonamos então a pessoa é certa. Nem que seja só naquele momento.
Adoro-te amiga

Isabel-F. said...

Eva,

Não há limites para o homem que possui a capacidade de sonhar. É necessário muito pouco para provocar um sorriso e basta um sorriso para que tudo se torne possível.
Descobrimos que o Ano que termina vale a pena, quando começamos a enviar e receber os cartões de Natal. Afinal, de algum modo, aprendemos que o que realmente importa são os sentimentos, é o amor... É estarmos ligados, unidos. É isto que comemoramos: O nascimento da esperança de um mundo melhor. Muita paz, alegria e amor na tua vida e de todos que te são queridos. Feliz Natal! Feliz 2008.
Beijinhos
Isabel Filipe

maggy said...

Nós atraíamos as pessoas que precisamos para nos ajudarem a crescermos, quer nos pareçam certas ou erradas. Nem sempre as que nos parecem certas o são, e nem sempre as que nos parecem erradas idem.
Nós é que temos de ter a capacidade de estar bem "dispertos" para percebermos porque é que nos cruzamos com essas pessoas, que ensinamento nos deram oportunidade de tomar nesse relacionamento.
Isso sim é o mais importante, a vivência que experienciamos e que partido conseguimos tirar dela para nos tornarmos seres mais fortalecidos para o próximo "encontro".
Bjs Evita e Feliz Natal, Ano Novo!

PiresF said...

História Antiga

Era uma vez, lá na Judeia, um rei.
Feio bicho, de resto:
Uma cara de burro sem cabresto
E duas grandes tranças.
A gente olhava, reparava e via
Que naquela figura não havia
Olhos de quem gosta de crianças.

E, na verdade, assim acontecia.
Porque um dia,
O malvado,
Só por ter o poder de quem é rei
Por não ter coração,
Sem mais nem menos,
Mandou matar quantos eram pequenos
Nas cidades e aldeias da nação.

Mas, por acaso ou milagre, aconteceu
Que, num burrinho pela areia fora,
Fugiu
Daquelas mãos de sangue um pequenito
Que o vivo sol da vida acarinhou;
E bastou
Esse palmo de sonho
Para encher este mundo de alegria;
Para crescer, ser Deus;
E meter no inferno o tal das tranças,
Só porque ele não gostava de crianças.

Miguel Torga


Um Excelente Natal para ti e toda a família.

Mocho Falante said...

Viva

vim deixar-te votos de um Santo Natal e um 2008 cheio de sucesso

beijocas

Platero said...

Olá Eva

Passei para te deixar os meus votos de Feliz Natal e de um 2008 cheio de prosperidade.

Um abraço

Tita - Uma mulher, Um blog, algumas palavras said...

Que o Novo Ano Vos traga ...
cor, calor, alegria, magia, energia, felicidade, simpatia, paz, saúde, amizade, amor, sentimentos, emoções, agitações, lágrimas e canções...tostões

Que cada dia de 2008 vos faça ...
sentir, sorrir, sonhar, imaginar , acreditar e Viver com toda a intensidade que merecem.
Aprendam, sintam, reagam, lutem pelo melhor,acreditem!

Que seja um Ano de...
paz, tolerância, compreensão, conforto, justiça e Amor

Que estes números mágicos... 2008 nos unam cada vez mais e intensifiquem a amizade que nos une e a cumplicidade que nos caracteriza. Sejam felizes e façam felizes alguém... todos os dias e por favor, cheguem ao fim do ano e digam:
Caramba, Valeu a pena!!!!
Desejo-vos o melhor ano de sempre, durante o qual alcancem os vossos melhores e mais secretos sonhos e que realizem e concretizem os melhores objectivos.
Beijinhos

BOM ANO!!!!!!!

Leonor said...

um post excelente. gosto destas coisas, quem trata muito bem destes assuntos é daniel goleman.
ano bom para ti
beijinhos da leonoreta

[A] said...

eu percebo perfeitamente, mas apetece-me baralhar as coisas:

no meu caso pessoal posso dizer que sempre atraí bons rapazes (a sério!). Quando olho para trás, penso que qualquer que fosse o namorado com quem ficasse, estaria igualmente bem. Qualquer um estaria certo. Talvez eu não fosse a "certa" deles!...também não- sei que nãos lhes fiz muito mal..rs

mas sei que há quem só atraia pessoas com vidas ou personalidades complicadas tornando, de facto, o amor numa aventura rocambolesca

Mr X said...

interessante, mas falso.