Monday, September 11, 2006

Almodóvar voltou.

Voltou com o seu universo de mulheres com fibra, intensas, reais, aparentemente frágeis mas dotadas de uma imensa força interior. São mulheres que choram, riem, gritam, amam, sofrem e assim conduzem a sua vida e a sua família, num universo em que os homens estão presentes de uma forma quase velada, como seres dependentes de uma natureza humana que dificilmente controlam, crianças irresponsáveis que precisam de uma mão forte e segura que os guie.

Volta também a presença da morte como parte da vida, um facto que se funde na existência de um grupo de mulheres de meia-idade.

A história gira à volta de personagens bem construídas, entrelaçadas pelas relações humanas, familiares ou de vizinhança. Cada uma destas mulheres, um mundo por explorar, sobrevive como sabe e como pode.

Subjacentes às voltas do enredo estão os regressos de Pedro Almodóvar, regressos seus cuja intimidade coloca a olho nu num filme belíssimo, maduro e com o seu estilo inconfundível de contador de histórias com imagens, veículos perfeitos de emoções e sentimentos.

377178

O realizador Almodóvar e as actrizes de Volver/Voltar (Reuters)

foto14med

Raimunda (Penélope Cruz) é a personagem central, uma mulher do povo que a vida tornou um poço de segredos terríveis, uma maturidade forçada pela perda precoce da inocência.

14 comments:

Pedro Sousa said...

Os meus parabéns pelo blog!!!

Está bastante original e criativo.

Voltarei certamente.

Visita o meu e comenta os posts:
http://blogdoengenheiro.blogspot.com/

Bjs

Pedro Sousa

Maria said...

Olá!
Pois eu estou desejosa de ir ver este filme, seja porque é do Álmodovar seja porque nos últimos dias me deu uma saudade imensa de Espanha.

Beijinhos

a lice said...

Estou curiosa para vê-lo, pois sou uma fã do realizador! Espero que em breve o faça!!!

Páginas escondidas said...

Costumo gostar dos filmes de almodôvar!! :)

Meia Lua said...

Depois do teu post estou mais motivada a ver este filme. Já podia ter visto antes em Maio quando estreou e eu estive em Madrid, mas sempre passei pelos cinemas relutante.. talvez por a Penelope Cruz ser a actriz principal. Agora já com mais coragem depois da tua descrição... acho que vou ver o Volver ;)
bjinhos

Joca said...

Acho que em qualquer outra apresentação me passaria um pouco ao lado...

Gostei do teu post/apresentação do filme...suscitou o interesse...

Um beijo

lr said...

é, Eva, é maravilhoso. só cumplicidades. não sei se é o melhor dele(não vi todos), mas é realmente muito bom, é a vida...
curiosamente parece-me que mulheres e homens o vêem de forma diferente... estarei enganada?
bjos

Parrot said...

Olá Eva,

Gosto muito de Pedro Almodôvar, ainda não vi, mas estou muito curioso.
;)

Bom fim-de-semana

Patrícia Cardoso said...

Quero muito ir ver! Estou é com um terrivel dilema, a minha filha que tem 10 anos tambem quer imenso ir ver... estou neste momento a ponderar! :)

Eva Shanti said...

Pedro,

Obrigada pela visita.

Maria,
A lice,
Páginas Escondidas,
Joca,
Parrot,

Vale a pena! Não percam!

Meia Lua,

Não sou grande fan da Penélope Cruz, mas Almodóvar sobre dirigí-la e tirar partido dela como actriz. Um pormenor interessante é o facto dele a mostrar mais cheia, mais mulher. Claro que ela não chega aos pés de uma diva do cinema italiano, mas gostei da interpretação.

Luísa,

Eu gosto de Amodóvar em geral, mas gostei muito de Tudo sobre a minha mãe, Fala com Ela e Voltar - não sei qual dos 3 conseguia eleger como preferido.

Ainda não vi críticas de homens, mas gostava de conhecer opiniões masculinas sobre o filme. Neste caso, acredito que um homem possa sentir-se um voiyer e que ache curioso a forma como se movem as mulheres.

Patrícia,

Obrigada pela visita. Acho que não deves levar a tua filha quando fores ver o Volver. O abuso sexual de menores não é explícito, mas é um dos aspectos "adultos" que é preciso ter em conta. Há coisas que existem, fazem parte da vida, mas a inocência das crianças deve ser preservada. Há tempo para que se confrontarem com as fraquezas da natureza humana, com o lado menos bom das pessoas, digo eu...

Bjs

Mocho Falante said...

é a eterna relação quase mistica de Almodovar com o Sexo feminino...é fantástico como um homem consegue de tal forma captar a verdadeira essência da mulher...definitvamente as mulheres de Almodovar vieram para ficar...e ainda bem

Isabel-F. said...

Despertaste a minha curiosidade.
Não deixarei de ir ver o filme.

Boa semana para ti
Beijinho

Tita - Uma mulher, Um blog, algumas palavras said...

Estou ansiosa para ver este filme. Adoro Almodovar.
Obrigada pela dica.
beijo

Dijambura said...

Pedro Álmodovar faz magia...a forma como o universo feminino é interpretado e demonstrado é sublime!! Mistura afectos e vivências de uma forma preciosa!! Adoro-o!! Adorei o filme!! Todos os seus filmes têm particularidades deliciosas! E este filme é mais uma das suas obras primas!!